RESPEITO À NATUREZA PROTEGE SAHU-APÉ

RESPEITO À NATUREZA PROTEGE SAHU-APÉ

Vinte dias depois na Sahu-Apé, os seis idosos e as 14 crianças, algumas bebês, continuam sem qualquer risco de contrair coronavírus. Assim como os outros 51 integrantes da aldeia Satere-Mawé, incluindo diabéticos, asmáticos, hipertensos, doenças que a Covid-19 potencializa ainda mais. Como contamos, o Cacique Sahu levou-os 20 quilômetros floresta a dentro quando soube que comunidades próximas de homens brancos estavam contaminadas.

– Nós chegamos ontem (18/06) de lá. Graças a Deus até agora aqui está tudo bem. Ninguém pegou, ninguém com sintoma, está tudo bem – relatou ele, aliviado, depois de percorrer algumas vezes o trajeto da aldeia à área mais isolada, ida-e-volta, para pôr todos em segurança.

O Cacique Sahu e seus parentes e amigos têm profundo respeito pela grandeza da Natureza amazônica e, ao sinal de perigo, procuraram ainda mais a sua proteção. Além dos cuidados preventivos recomendados pelo médico Marcos Lucon, voluntário da plataforma Dr Conecta (www.drconecta.com.br). A telemedicina chegou à Sahu-Apé e foi recebida também com reverência, levando-os a usar máscaras e luvas.

Mais de 30 médicos integram hoje a startup de saúde Dr Conecta, que está atendendo pessoas com poucos recursos em vários locais do Brasil, como na favela Paraisópolis, em São Paulo. A 24 quilômetros de Manaus (AM), no Parque das Tribos, onde vivem 400 famílias indígenas de 35 etnias, Dr Conecta já atendeu integrantes de 8 dessas etnias.

View Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.